Digitalização

A Digitalização de Documentos é o processo de conversão de documentos físicos em formato digital. Este processo dinamiza extraordinariamente o acesso e a disseminação das informações entre os funcionários e colaboradores, com a visualização instantânea das imagens de documentos.

Para quem é indicado?

Empresas que possuem documentos que precisam ser consultados e administrados de forma rápida e organizada.

Vantagens e benefícios da Digitalização de Documentos:

  • Facilidade de acesso e de distribuição dos documentos;
  • Redução de tempo das atividades que requerem a análise de documentos;
  • Redução de custo com recuperação e duplicação;
  • Preservação do arquivo físico;
  • Integração de dados ativos e históricos.

Contas a pagar

Gerencie tudo que deve ser pago

É preciso ter um controle exato de todos os compromissos assumidos pela empresa. Para fazer uma boa gestão das suas contas a pagar e contas a receber, o ideal é que você:

Registre e faça o controle

Para que a administração financeira do negócio seja eficaz, é fundamental que se tenha todos os registros das despesas para um controle rigoroso sobre as operações. O controle é responsável por monitorar quais contas deverão ser pagas e quando — o que ajuda a empresa a se programar melhor, de modo que o caixa não seja comprometido e que não haja atrasos nos pagamentos. Caso ainda assim alguma conta sofra atraso, é importante procurar renegociar essa data com os fornecedores, o que ajuda a evitar a incidência de multas e juros.

Escrituração contábil

Classificação da Contabilidade de acordo com normas e princípios contábeis vigentes.

Emissão de balancetes.

Elaboração de Balanço anual e demais Demonstrações Contábeis obrigatórias.

Escrituração fiscal

Orientação e controle de aplicação dos dispositivos legais vigentes, sejam federais, estaduais ou municipais;

Escrituração dos Registros Fiscais de todos livros obrigatórios perante o Governo estadual, bem como as obrigações que se fizerem necessárias.

Escriturações do Registro Fiscal do ISSQN, bem como as que se fizerem  necessárias.

Atendimento das demais exigências previstas na legislação, bem Como de eventuais procedimentos fiscais.

Departamento de pessoal

Contrato de experiência.

Controle de Epi´s

Admissão, demissão e comunicação ao Ministério do Trabalho.

Folha de pagamento e recibo de pagamento.

FGTS.

INSS.

Rescisões Trabalhistas.

Recibo de Férias.

Carta de apresentação de empregados.

Seguro desemprego.

Recibo de responsabilidade de salário-família.

Guia Sindical Patronal e Empregado.

Comprovante de Rendimento (empregado e empregador).

Atendimento das demais exigências previstas na legislação, bem,como de eventuais procedimentos contábeis.

O PPRA e PCMSO – são programas obrigatórios para qualquer empresa que admita pelo menos 01 funcionário como contratado, então se sua empresa possui ao menos 01 funcionário, a elaboração desses documentos é obrigatória por lei.

Certidão negativa de condomínio:informar se existem débitos pendentes de condomínio relativos ao imóvel e também ao CNPJ do condomínio. Temos duas certidões em uma somente. Deverá ser informado se as cotas condominiais do apartamento estão em dia ou se existem débitos não quitados e se o condomínio tem alguma ação judicial de qualquer tipo em andamento.

Dimob

A Declaração de Informações sobre Atividades Imobiliárias é anual e, se enviada com erros ou fora do prazo, pode dar dor de cabeça para imobiliárias e pessoas jurídicas

Anualmente, o mês de fevereiro é o mês em que as imobiliárias, pessoas jurídicas e equiparadas, se preparam para entregar a Declaração de Informações sobre Atividades Imobiliárias (Dimob) à Receita Federal. O prazo para apresentar a declaração é até o último dia de fevereiro, e os responsáveis pela organização das informações precisam conferir bem os dados para não pagarem multa.

O que é a DIMOB?

Criada em fevereiro de 2003, a Declaração de Informações sobre Atividades Imobiliárias é um dos meios usados, pela Receita Federal, para fazer o cruzamento de dados de contribuintes para a fiscalização do Imposto de Renda (IR). Esses dados são referentes às atividades de comercialização e locação de imóveis, ocorridas ao longo do ano anterior.

A declaração deve ser entregue pela Internet, por meio do programa Receitanet, da Receita Federal.

Quem deve entregar a DIMOB?

Por se tratar de uma declaração referente às ações de comercialização e locação de imóveis devem entregar a DIMOB imobiliárias, pessoas jurídicas e equiparadas que:

  • Comercializaram imóveis que construíram, lotearam ou incorporaram para esse fim;
  • Intermediaram compra, alienação ou aluguel de imóveis ou ainda a sublocação;
  • Envolvidas com atividades de construção, administração, locação ou alienação do próprio imóvel e de seus condôminos ou sócios.

Prazo para entregar a DIMOB e multas

O prazo de entrega da DIMOB é até o último dia de fevereiro. Declarações entregues depois do prazo geram multas de R$ 5.000,00 por mês-calendário. Para informações incorretas ou omitidas será cobrado multa de 5% (com valor mínimo de R$ 100,00) do valor das transações comerciais.

Assim que for enviada o sistema emitirá a notificação da multa pelo atraso e/ou informações incoerentes.

Gestão de aluguel

A gestão de locação tem o desafio de manter equilibrado seu fluxo de caixa de intermediação da locação entre o locador (proprietário) e o locatário (inquilino) e nesta balança os contratos de locação são pactuados. Se tratando da administração do imóvel de terceiro, algumas formas de repasse de aluguel são admitidas pelo mercado, sendo mais comuns o Repasse Garantido, que independente do pagamento do aluguel pelo inquilino, o proprietário sempre receberá sua parte da locação num dia determinado. Outra forma comum é o repasse condicional, ou seja, o proprietário só recebe depois que o inquilino paga o aluguel. Nessa última, ainda é comum estabelecer um número X de dias para o repasse, ou seja, o proprietário só recebe, por exemplo, depois de 2 dias que o inquilino pagar o aluguel. Portanto, a data que a imobiliária deve pagar o inquilino é apenas uma provisão baseada no vencimento do título do inquilino e que pode mudar conforme a data real do pagamento.

Declaração mensal de issqn

A Instrução Normativa_nº06/2007 de 03 de novembro de 2007, estabelece as hipóteses de obrigatoriedade em relação à Declaração Mensal.

Alteração de sindico e certificação digital

Um entrave para muitos condomínios obterem o certificado digital é o síndico atual não estar cadastrado na Receita Federal. Essa pequena correção pode atrasar, e muito, aqueles que ainda não emitiram a sua assinatura digital.

Outro problema que pode acontecer devido à desatualização do cadastro na Receita é que o antigo síndico pode ser responsabilizado por erros, fraudes ou má conduta da gestão atual.

Por isso, executamos passo a passo a alteração do nome do antigo responsável pelo condomínio pelo atual. Este procedimento é feito através das alteções através de ata de eleição, registrada e devido preenchimento junto ao coleta web da receita federal.

Buscamos toda a documentação necessária para a efetivação da certificação digital do condominio.