A Receita Federal lançou nesta última quinta-feira um alerta contendo os principais erros cometidos na declaração do Imposto de Renda, que fazem com que o contribuinte caia na malha fina. O prazo para entrega da declaração é 28 de abril.

Quanto antes o contribuinte enviar seus informes, mais cedo deve receber a restituição devida. Os lotes de restituição vão de julho a dezembro deste ano.

Confira os 6 erros listados pela Receita e saiba como fugir deles – e da malha fina:

1 – Omissão de rendimentos do titular, em especial de uma segunda fonte, tais como honorários, alugueis e palestras.

2 – Omissão de rendimentos de dependente.

3 – Informação de valor de imposto de renda retido na fonte maior do que o que consta na declaração do empregador.

4 – Dependentes que não preenchem as condições, em especial por contarem de outra declaração ou terem apresentado declaração em seu nome.

5 – Despesas médicas não realizadas, de titular e de dependentes e ainda de não dependentes relativas a consultas, Planos de Saúde e Clínicas.

6 – Contribuições de empregadas domésticas não realizadas.

De acordo com a Receita, 3.457.439 de declarações foram recebidas pelos sistemas até esta quinta. Quanto antes o contribuinte enviar seus informes, mais cedo deve receber a restituição devida: os lotes de restituição vão de julho a dezembro deste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *